Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Blog de susana galveia

Uma passagem pelo Teatro Musical

Bf34be1ee3b606c7651f3b883189c54e

Não quis ficar só pelo jornalismo, literatura, porque comunicar é muito mais do que isso. Hoje, com novo projeto Susana Galveia estreia-se como letrista no Teatro.

Toda a estreia é uma estreia!

TANYA e SOZINHA o seu projetoa solo

593930e76bdd2bb46cc93276fc92a605

Desde cedo, Tânia Margarida Santos Lima, conhecida como TANYA soube o que queria e viu o seu sonho começar a ganhar “asas” quando subiu ao palco numa festa da escola cantando “La Vie en Rose” de Edith Piaf e quando em 1996 grava o seu primeiro CD intitulado “Se fores um doce” apoiado pela Rádio Voz de Alenquer, onde começa a ter os seus primeiros espetáculos e contacto com o público. Em 2009 participa no Festival da Canção com a música “Amor Mio”.

Hoje e ao fim de cinco anos de ausência dos palcos regressa mais madura e com dois singles de promoção “Sozinha” e “Apenas mais uma” da autoria de Elton Ribeiro.

Susana Galveia

ALBER GRAAL

5d77e54a752bf12db4e2fa3c1f263508

Alber Graal iniciou os seus estudos aos 6 anos de idade e assumiu a sua preferência pela guitarra clássica e eléctrica. A sua primeira actuação profissional em palco foi com o artista conceituado de fado: Jorge de Matos.

Teve a participação na banda Procyon onde fez parte do lançamento da edição “Last Seeds Of Mind” que se tornaria na primeira demo-tape de heavy metal em Portugal a ser produzida de forma legal e profissional, tendo ainda a gravação de vídeo, para o programa de televisão “PopOff”.
Possivelmente e, aqui se demarca dos demais quando entra para a banda os Alcoolémia numa caminhada de sucesso com três CDS “Não Sei Se Mereço” e com vendas superiores a 20 mil unidades, premiado com disco de prata.
Alber Graal conta no seu portefólio com centenas de actuações ao vivo: a solo como Alber Graal e colaborando em projectos recentes como: os The Crow Ibiza sendo o mentor Nuno Flores, violinista Ex Corvos, Quinta do Bill.

Theater of Dimensions

XANDRIA

Música: banda Xandria

Theater of Dimensions

Entrevista à banda de metal sinfónico alemã fundada em Bielefeld, no ano de 1994.

Thank you for the opportunity of this interview.

Steven: You`re welcome! Thank you for your support!

1. Talk about the band Xandria: How did you grow as a band with the changes?

Steven: I see the carreer of a band and life in general as a sum of constant changes. Every single thing changing takes you one step further in your natural development, your own personal evolution. This counts for each and every one of us as single persons as well as for a band, its sound, look or whatever.

To sum it up: Those “changes” are this one thing that keep pushing us forward.

2. After the successful in 2014 of the Sacrificium, Theater of Dimensions what's different?

Steven: Well we follow more or less the path we chose with the defining “Neverworlds End” album. On “Theater Of Dimensions” we tried to push everything to the max. More Epic, more symphonic, catchier, heavier… just more of everything. It was a lot of fun to work on record like this. Who knows how the next will sound!? But it will DEFINITLY sound 100% like Xandria!

3. As for the Tour where they will pass and what can the fans expect of the Xandria?

Steven: I always considered Xandria as a Killer, Kick Ass Liveband. On stage all those beautiful epic moments from the records come to life. We don`t want anyone to go home without having the time of their lives. Sweaty, the voices wrecked and completely happy ;-)

4. In Portugal the symphonic metal has been gaining more lovers like your band that has done an excellent job in this sense, I ask if they think that it should be more promoted or if they are already in the right way?

Steven: Well this kind of music is on the rise. But on the other hand when you look for example at all the big festivals you have like 20 Death Metal bands and only 1(!) symphonic metal band which is, at least to me, a bit weird. Because, as you already said, there are a lot of people that are interested in this kind of music. So there is still a long way to go but with the support of the fans it is absolutely doable. It`s a long way to the top…

5. For all there is inspiration. What's yours?

Steven: Musically we gain our influences from all the classic metal stuff from 80ies or 90ies as well as from soundtracks and movie scores. Lyrically almost everything can inspire you. There is world around you that serves you a vast menue of topics it is worth to write about…. You have just to switch on the news.


Susana Galveia e obrigada ao Steven e à Claudia Steinlechner - Napalm Records

Música: Calema e o sol santomense

89d0b98e3f2f54b997962a3b6ff9dee7

Quando O Segredo de um vencedor é acreditar na vitória e o destruir barreiras com a fé

A.N.V O novo álbum dos Calema em que os dias são para sempre e resumindo 11 histórias de amor num CD que nasce num processo que levou o seu tempo. Quem o escuta percebe que a essência mantém-se e a sonoridade está lá. Não perdem a noção do tempo, procurando falar daquilo que dá mais prazer: o amor.

A dupla não se perde com detalhes e apresentam um álbum cheio de significados, ideias e com as mesmas emoções de outros trabalhos. Tudo para ser um êxito. A sua cultura está presente, o seu gene está lá e os fãs apreciam, nota disso, o número de visualizações da música “A Nossa Vez”.

Eram os “Estrelas do Sul” e depois optaram por um nome mais simples assim que chegaram a Portugal e que ficasse no ouvido. Conseguiram e conquistaram os portugueses. As músicas ficam no ouvido e todos as cantam.

Calema significa uma especial ondulação na costa Africana, como as ondas ao chegar a praia trazem consigo sempre alguma coisa. Os Calema trazem os mais belos sentimentos para a música: sorriso, emoções, cultura e o sol.
O que mais precisamos? Apenas disto: A vossa vez.

Susana Galveia


Anterior12345Próxima


RssBlogs