Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Morada: Rua da Oliveira ao Carmo,2 (Largo do Carmo) 1200-309 Lisboa
Telefone: 213463509
 

Notícia

Dez afinações de Guitarra

 

Quando as guitarras viajaram pelo mundo fora, iam sem manual de instruções. Muitos músicos não sabiam qual era a afinação canónica e inventaram as suas, acabando normalmente com acordes completos, porque soavam melhor assim.

A afinação standard Mi-Si-Sol-Ré-Lá-Mi (ou E-B-G-D-A-E), da corda mais aguda para a mais grave, foi subvertida, alterada, modificada, permitindo uma abrangência melódica e harmónica maiores.

Isto influenciou a forma como os guitarristas tocavam guitarra, e a própria sonoridade da música que faziam. Usando acessórios, como espigões de caminhos de ferro ou garrafas de vidro, criaram técnicas e estilos que continuam a ser aplicados até hoje. É claro que é preciso ter atenção ao estado das cordas e ao tipo de encordoamento que querem usar. Se vão colocar as cordas graves mais do que um tom abaixo do tom normal, um jogo de cordas com um maior calibre será o mais indicado.

As possibilidades são imensas e há músicos que gostam de inventar afinações novas, porque lhes permite tocar melhor sozinhos, ou porque há uma cor diferente nos acordes que fazem.

Vamos desafinar a guitarra em dez afinações alternativas (viram o que fizemos aqui?) e descobrir novas formas de tocar guitarra.

Drop D – D A D G B E

Esta é uma das afinações mais populares para quem gosta de ter um pouco mais de peso nos acordes. Basta baixar o Mi grave para Ré e ficamos com uma quinta perfeita nas duas primeiras cordas, e uma predisposição para tocar na tonalidade de Ré. Os Rage Against the Machine no seu tema icónico “Killing in the name of” usam esta afinação, assim como os Foo Fighters no “Everlong”, Jeff Buckley no tema “Grace”… a lista é interminável e nota-se uma predominância nos temas dos anos 90.

Ler mais

 
 

Comentários a esta notícia

Entra com os teus dados para comentares! Ainda não estás registado no Palco Principal? Regista-te aqui!
O teu comentário é importante. Deixa aqui a tua opinião!