Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Morada: Rua da Oliveira ao Carmo,2 (Largo do Carmo) 1200-309 Lisboa
Telefone: 213463509
 

Notícia

Como melhorar os vossos concertos

 

O palco é onde todas as bandas se concretizam. Para dar um bom espetáculo não é preciso ter o golpe de anca do Elvis, o passo do Angus Young roubado ao Chuck Berry ou a parafernália cénica dos Pink Floyd. Estes são alguns passos fundamentais que precisam de ser dados muito antes de tocarem a primeira nota à frente do vosso público e outros para que os vossos concertos sejam melhores para vocês e para quem saiu do aconchego do sofá para vos ver.

Preparação

Ensaios

Os ensaios são uma parte essencial do processo mas, se os músicos chegam à garagem/sala/ estúdio sem saber a parte que lhes toca – que têm de tocar, aliás – não estão a rentabilizar o momento. É claro que os ensaios também servem para criar, mas se não sabem a progressão harmónica e as várias partes da música – especialmente as mais difíceis – para além do desconforto, e da falta de confiança que se cria entre os membros da banda, perdem tempo com as paragens necessárias para que o guitarrista acerte com aquele solo complicado.

Os ensaios servem para o conjunto (daí o outro nome que se dá às bandas) ser uma unidade coesa, para descobrir as dinâmicas entre os vários músicos, para acertar detalhes e não para se estar a aprender o que já devia estar aprendido desde casa, para se ouvirem uns aos outros e chegarem ao ponto de adivinhar o que o outro vai fazer a seguir. Num palco pouco iluminado isto dá um jeito do…ahn, é extremamente útil.

Um bom truque é gravarem-se em vídeo ou áudio, e analisar o que está a resultar ou não, desde a execução musical à dinâmica que aplicam em cada música: toda a gente entra no tempo certo, estão ritmicamente entrosados, aumentam ou reduzem o volume da mesma forma? O todo é maior que soma das partes?

Equipa!

Se gostam de futebol, então vão perceber isto: uma banda é uma equipa em que cada músico tem uma função. E às vezes há um Ronaldo lá no meio, ou um líder natural. Se houver – e se não estiver armado em vedeta a maior parte do do tempo – construam o espetáculo à volta dele, mas sempre com espaço para os restantes.

Acima de tudo, é preciso haver respeito uns pelos outros, que é uma norma básica de convivência, mas quando estão “casados” com mais 3 ou 4 pessoas ao mesmo tempo, é fundamental. Podem não ser os melhores amigos, mas estão lá todos para fazer com que as vossas criações funcionem. Se há um líder, sejam a equipa que brilha com ele.

Palco

Tirem-me daqui!!! O medo do palco é algo muito comum. Só se combate subindo sempre no início do concerto e saindo no fim. Para se manterem lá em cima, têm que ter um ponto de conforto, que é a confiança que têm no trabalho que foi feito até chegarem ali e nas pessoas com quem estão. Concentrem-se na música, se estiverem bem ensaiados, o vosso corpo toma conta da situação. Deixem-se ir.

Ler mais

 
 

Comentários a esta notícia

Entra com os teus dados para comentares! Ainda não estás registado no Palco Principal? Regista-te aqui!
O teu comentário é importante. Deixa aqui a tua opinião!