Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
X-Wife em entrevista: "Talvez a coisa do álbum já se esteja a tornar um bocado obsoleta, não?" Estivemos à conversa com João Vieira e Fernando Sousa
 
2015-09-29 05:19 inserido por Sara Novais

No verão que passou, o panorama musical português ficou marcado pelo regresso ao ativo dos portuenses X-Wife, após uma longa pausa, durante a qual apostaram em projetos paralelos. O single “Movin Up” arrasou no NOS Alive, no Vodafone Paredes de Coura e promete fazer as delícias dos jogadores no novo FIFA 16, que o incluiu sua banda sonora. O Palco Principal esteve à conversa com João Vieira e Fernando Sousa, que nos guiaram pelo passado, presente e pelo promissor futuro dos X-Wife.


Palco Principal - Estiveram ausentes das lides musicais durante três anos, enquanto X-Wife. Foi uma pausa planeada ou aconteceu por mero acaso?

João Vieira - Aconteceu. Porque é que aconteceu? Depois de gravamos o último disco e fazermos a tour de apresentação - essa, também, de celebração de dez anos de carreira -, o Rui (Maia) foi viver para Lisboa e, consequentemente, deixámos de ter aquela rotina de trabalho que tínhamos, de ensaio semanal. Deixámos de compor durante algum tempo, os concertos começaram a esmorecer e, depois de fazermos a festa dos dez anos, parámos mais ou menos por aí. Achámos que seria bom para nós. Isto tudo sem ser falado - foi uma coisa que aconteceu naturalmente. Achámos que seria bom, se calhar, descansarmos um pouco dos X-Wife, deste casamento - era um casamento a tempo inteiro! -, e que também seria bom para o público descansar um bocado. Depois, outros projetos foram surgindo nesta abstinência dos X-Wife. Eu sentia, contudo, necessidade de continuar a fazer música, o que era difícil com os X-Wife, porque tínhamos necessidades diferentes. Então comecei, como White Haus, a experimentar uma vertente mais DJ, a explorar a técnica de produtor... Simultaneamente, o Fernando começou a tocar com outras bandas, porque tinha tempo disponível, mas ele fala por ele…

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias