Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
NBC @ B.Leza: Noite em família, unidos pela música A reportagem do concerto
 
2014-04-28 03:45 inserido por Sara Novais

“Esta é a vida que eu queria ter” - foi assim que NBC recebeu os seus amigos, familiares e os muitos apaixonados pela música que se encontravam na mítica casa que é o B.Leza, para celebrar os seus 40 anos de vida e 20 de carreira. Realmente, não poderia haver melhor sítio para consagrar a data, estando reunidos todos os ingredientes para o que se pronunciava ser uma noite quente, cheia de emoções.

Com dois microfones, simbolizando aquilo que o cantor leva em cada mão - numa o soul, noutra o hip hop - NBC pisa o palco sincero e verdadeiro como ele é, com o tema “Mudança”, do seu segundo álbum, “Maturidade”. O groove começa a sentir-se na sala e, antes de passar ao próximo tema, o cantor faz o seu primeiro agradecimento aos muitos e bons que se encontravam na casa. Gosta de falar e fá-lo bem este “contador de histórias” que, adivinha-se, irá conversar muito connosco esta noite. Mas é tempo de curtir, por isso não é cedo para ouvirmos um dos seus temas principais, “Segunda Pele”.

Já com os corpos embalados pelo soul, nada melhor que chamar uma das suas vozes ao palco: Filipe Gonçalves, o seu primeiro convidado. Como o anfitrião o diz e bem, “vamos dançar, é para isso que aqui estamos!". E é ao som de “Dá-me um Sinal”, soul em jeito de rockabilly, que Filipe Gonçalves nos põe a dançar, estalar o dedo, bater o pé.

Continuemos, pois ainda há muito para ouvir e dançar, mas, antes da próxima música, também há tempo para uma história. O cantor mostra-nos uma das suas preciosidades antiga, o aparelho onde, no passado, há 20 anos atrás, gravara os seus beats, a sua música. Não fosse ele um dos pioneiros do hip hop no nosso país. Posto isto, é altura para se fazer algum silêncio na sala, pois é este “Homem” que nos vai cantar e encantar a seguir. Talvez um dos seus temas mais introspetivos. A sua tímida e jovem banda começa a evidenciar-se e Jónatas Marques faz valer a sua guitarra. O cantor brinca, fazendo uma analogia entre os seus 20 anos de carreira e os 20 anos de vida dos membros da sua banda. Mas vamos acelerar, pois é tempo de “Mudar o Castigo”! Voltamos ao hip hop e aos dois microfones e, para cantar este primeiro single do seu mais recente EP, NBC chama por nós: “Vocês estão aqui ou não??” Estamos, sim, NBC, estamos todos contigo! É uma epidemia boa a que se alastra pela sala.

Já vamos a meio do concerto e este cantor, que é tão “NBCioso” com a sua música, num ato de generosidade, oferece-a à sua próxima convidada, Ana Semedo. Ele avisou, não havia nada a fazer, a música era mesmo dela. Agarrou-nos este dueto em que a voz quente e poderosa da cantora encheu a sala! É que, como o mesmo disse repetidamente, o «tuga» tem soul!

Do calor, passamos para a “Neve”, mais um tema do EP “Epidemia” e, após isso, chamamos mais família ao palco: Nu Soul Family. Dino d’Santiago e Virgul trazem todo o seu groove e o inglês à casa, com o tema “That’s It”. A noite tem cada vez mais ‘alma’. NBC explica-nos como é simples e fácil juntar esta família, unida por um amor comum: a música. Sobem, por isso, todos os convidados ao palco para ajudarem o cantor no tema “Bem-vindo ao Passado”. Mal sabia ele que iria precisar mesmo de ajuda… Depois do momento emocionante em que o seu pai sobe ao palco, para um abraço de orgulho e gratidão, NBC paralisa por segundos quando é surpreendido por General D, “A” sua referência, que se encontra a observá-lo na multidão.

“Alma, isto é música que vem da alma”, diz-nos o músico, comovido, antes de cantar “É de Mim Que Eu Falo”. Estamos a chegar ao fim e o cantor apresenta-nos a sua jovem e talentosa banda: Gui Salgueiro (teclas), Jónatas Marques (Guitarra), João Marques (baixo), DJ X-Acto (mesa de mistura) e Ariel Rosa (bateria). Mas a noite parece não querer ter fim… É tempo de relembrar a sua primeira rima e o seu primeiro instrumento oferecido pelo seu pai, uma pandeireta. O tempo passa mas o sentimento mantém-se o mesmo. E porquê? Porque ele sempre acreditou… É por isso “Acreditei” o tema que se segue, numa versão reggae e com o toque de Slum Village (“Fall in Love”) pelo meio. Despido de pretensiosismos e embaraços, o cantor faz mais uma declaração ao seu grande amor, a música. “Não é pelo ‘guito’ que eu faço isto, a música é vida e isto sou eu”. Tantas verdades sentidas que quem partilha do mesmo amor percebe bem.

No encore, todos juntos para o palco! “Toda a gente a curtir” num jam final onde também se junta Sir Scratch e tantos outros que contribuíram para tornar esta noite inesquecível.

Estamos mesmo a acabar mas ainda se ouvem os acordes de “Left and Right”, de D’Angelo, outra das suas referências. Está tudo a curtir com a mão no ar, ninguém quer ir para casa. É isto o que acontece quando se faz música com sinceridade, amor e empenho. Isto é soulpower, minha gente, e, se a música nos une, nada nos separa!

Alinhamento:

1. Warm up/ Esta Era a Vida Que Eu Queria Ter
2. Mudança
3. Segunda Pele
4. Dá-me um Sinal (Filipe Gonçalves)
5. Homem
6. Mudar o Castigo
7. NBCioso (Ana Semedo)
8. Neve
9. That’s It (Nu Soul Family)
10. Bem-vindo ao Passado
11. É de Mim Que Eu Falo
12. Acreditei
Encore:
13. Improviso (todos os convidados)


Texto: Lucélia Fernandes | Groove your Soul

Fotografias: Joana Tavares

 

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias