Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mayer Hawthorne – “Where Does This Door Go”: A arte da sedução Crítica ao disco
 
2013-08-06 01:04 inserido por Sara Novais

“I truly did not give a fuck on this album. It was very freeing for me”. (Mayer Hawthorne)

Se pensavam que iam ouvir aquelas melodias doces e apaixonadas, cheias de corações ao redor e com uma áurea de Motown/Stax nas suas notas, esqueçam! É um novo Mayer e um novo álbum o que se esconde por detrás desta “porta”.Este cantor/músico/produtor/DJ/rapper/skater libertou-se por completo neste seu novo trabalho, “Where Does This Door Go”, trocando as raízes de Detroit pelas festas da Califórnia, trazendo-nos algo novo, fresco e arrojado.

Se, por um lado, nos surpreende esta nova tendência do cantor, por outro, quem conhece o seu reportório, sabe que o mesmo tem vindo, subtilmente, a “desvirtuar” o seu estilo original. É que Mayer é o tipo de artista que está a olhar para o horizonte e para o retrovisor ao mesmo tempo. Assim, se com “A Strange Arrangement” (2009) foi o seu retro-soul que o deu a conhecer ao mundo, no seu segundo álbum, “How Do You Do” (2011), foram as sonoridades pop, r&b e, até mesmo, hip hop que fizeram a diferença, diversificando a sua essência puramente soul, tornando o seu estilo algo mais cool e descontraído.

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias