Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
God Is An Astronaut em entrevista: "Foi muito bom ver as pessoas a cantarem as nossas letras pela primeira vez" Estivemos à conversa com Jamie Dean
 
2015-04-28 12:53 inserido por Sara Novais

A visita dos irlandeses God Is An Astronaut a Portugal, agendada para 3 e 4 de maio, serviu de mote à conversa que o Palco Principal teve com Jamie Dean, um dos guitarristas e teclistas do quarteto. Focando a atenção em "Origins", o último trabalho editado, mas já com os olhos postos em "Helios | Erebus", anunciado para este verão, explorámos um pouco das ideias que conduzem o processo criativo dos GIAA e da sua relação com a estrada, particularmente com o público português. Enquanto esperamos pela subida da banda aos palcos do Hard Club e do Armazém F, aqui fica o resultado da nossa conversa telefónica.

Palco Principal - Intitularam o vosso último trabalho de "Origins". Tentaram, com o mesmo, voltar atrás no tempo, recuperar temas perdidos no passado?

Jamie Dean - Na verdade, a ideia, com o "Origins", foi tentar algo diferente. Sentimos que foi um novo início nas nossas carreiras. A ideia foi compor um álbum mais experimental e acho que isso acaba por transparecer. E, se olharmos para toda a [nossa] discografia, o "Origins" acaba por destacar-se. Em termos técnicos e do ponto de vista sónico, é bastante diferente, também. Neste momento, estamos a trabalhar em algo novo, que, mesmo sendo mais semelhante a trabalhos anteriores, acaba por ir pedir bastantes coisas emprestadas ao "Origins". Fomos lá buscar alguns sons de guitarra interessantes e acabámos por desafiar-nos a nós mesmos do ponto de vista técnico. Então, o "Origins" acaba por ser o começo de algo e, embora o disco novo não tenha muito a ver com ele, presta-lhe um certo tributo, em algumas áreas.

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias