Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
"Dormir com o Mastiksoul não é fácil e eu faço-o todos os dias" - Mastiksoul Confere a entrevista aqui
 
2011-11-02 06:21 inserido por Paulo Costa

Para alguns é Fernando Figueira, para o mundo é Mastiksoul, um DJ premiado em vários setores da música de dança. Faz do mundo um enorme palco e oferece os seus fãs o "melhor de dois mundos" , o beat e "soul" africano, com o "musik" e a  paixão pela dança do ocidente.
 
É amante de funge ao domingo mas não dispensa um "bom" cozido à portuguesa. Mastiksoul começou a sua carreira em 1992 e o seu primeiro cd sai "entre 96\97 , se a memória não me falha", afirma o artista.


O início do seu reinado foi dividido entre Portugal e França e foi nessa altura dividiu a sua atenção entre ser DJ e ser produtor.
 
Quando começou a "mexer" com o house e dance music percebeu que faltava algo... " o groove, o sumo" e foi a forte ligação com Angola e Portugal que fez com que marcasse o ponto de diferença. "A busca de algo original" é que criou o "Mastiksoul".  Foi o ponto de partida para a internacionalização.


 
"Foi isso que me destacou face a outros, o meu cunho pessoal. A minha impressão digital está em tudo que faço. E se ouvires algo de há dez anos atrás, saberás logo que é meu", acrescenta Fernando Figueira.
 
"Já houve vezes em que estava a dormir e a sonhar que estava a fazer aquele som e quando acordo vejo que estou na cama, corro para o estúdio", sendo por isso que Mastiksoul nunca desliga as máquinas do seu estúdio, ficam 24 sobe 24 horas ligadas. "Por isso é que não tenho vizinhos, se tivesse era constantemente processado. Há dias que isto bomba de manhã à noite.”


 
Fernando Figueira afirma que só faz aquilo que quer e sabe bem o que pretende quando começa a gravar e "se gosto de gasosa, não ando as voltas",
 
Mastiksoul  começa a ganhar força com 4Kenzo e com o "South Tribal Ep", sendo que a sua gravadora, 4kenzo, tornou-se numa das marcas mais prestigiadas do mundo.
 
Apesar da grande paixão pelo que faz há dias em que se sente cansado, o dia para si devia ter 36  horas, "as vinte e quatro não me chegam" e a dada altura "deixo de ser o Fernado Figueira para ser o Mastiksoul e dormir com o Mastiksoul não é fácil!.


 
Entre Portugal, França, Alemanha até ao Chile,  vida do DJ é feita a correr e sabe que "rouba" muitas horas a sua família, sendo que por ano, podem passar um ou dois fins de semana juntos.
 
A família e amigos são grandes apoios e "meu filho"  é um "bacano" que me apoia sempre.

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias