Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Annihilator @ Hard Club: A reinvenção dos Annihilator A reportagem do concerto
 
2015-10-12 05:17 inserido por Sara Novais

A noite começou a balançar sobre a linha ténue entre o Hard Rock e o Heavy Metal – altamente influenciado pelo Thrash Metal – dos Archer. O trio californiano liderado pelo guitarrista e vocalista Dylan Rosenberg encontrou uma sala 1 ainda muito vazia - algo causado, provavelmente, pela relativa anonimidade da banda por terras portuguesas. Afinal, era a primeira vez que por cá tocavam. Para captar a atenção do público, num concerto em que esteve em destaque o último disco do coletivo, "Culling the Weak", recorreram ao facto de o baixista se chamar David De Silva e a uma versão de “Tornado of Souls”, dos Megadeth. 

Seguiram-se os australianos Harlott, mais próximos do Thrash Metal, com "Proliferation", o último álbum, na bagagem. O quarteto teve um alinhamento tão curto como o de Archer mas com a benesse de ter muito mais público. Este pareceu muito mais confortável com o Thrash Metal Clássico dos australianos, especialmente nas músicas com mais influências old school. À semelhança do que viria a acontecer com a banda de Jeff Waters, também os Harlott guardaram espaço no alinhamento para músicas menos sérias, como foi o caso de “Hairy Dick”.

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias