Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
11.ª edição do Boom Festival conta com boomers de 154 nacionalidades Sabe mais, aqui
 
2016-07-28 12:17 inserido por Palco Principal

Bilhetes pessoais e intransmissíveis

“Shamanism” é o tema do Boom Festival 2016 que, entre outras novidades, este ano, decidiu limitar ainda mais o número de bilhetes com o intuito de manter o sentido de familiaridade e conforto. Assim, a organização alerta: “Os bilhetes online estão esgotados e não existem mais disponíveis. Para evitar esquemas e mercado negro de bilhetes, todos os ingressos são pessoais e eletrónicos” e o acesso ao festival “requer um documento de identificação oficial com foto ou passaporte para confirmação de identidade com os dados do bilhete”.

Assim, a todos os que não conseguiram adquirir bilhete, a organização do Boom recorda que não vale a pena deslocarem-se ao recinto na expectativa de conseguirem ingresso, pois, além de não haver bilheteira, a personalização dos mesmos impede esquemas fraudulentos.

Mais conforto e ecologia na 11.ª edição

São várias as novidades nesta 11.ª edição, mas todas visam incrementar as condições de conforto e de familiaridade do festival, bem como as medidas “verdes”, pelas quais o Boom Festival tem vindo a ser sucessivamente premiado.


 

Além da melhoria de condições na área de restaurantes, WC e chuveiros, esta edição contará com uma nova área de restaurantes e lounge para campistas e caravanistas. Uma nova zona dedicada Organizações Não Governamentais, e ainda, um novo espaço dedicado a dança, onde diariamente haverá sessões e shows. Também os pequenos boomers, com idades entre 3 e 12 anos, contarão com uma nova área.

A organização conta com cerca de 190 autocarros que vão fazer o transporte de pessoas entre os aeroportos de Lisboa e de Madrid e Idanha-a-Nova e haverá também autocarros a fazer a ligação a partir de França (Paris), Suíça (Genebra) e Holanda (Amesterdão).

O programa encontra-se acessível em www.boomfestival.org.

 

Comentários







Segue-nos no Facebook!

 





Ver mais notícias