Já conheces o eBook que o Palco Principal está a oferecer? Descarrega-o aqui!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Marco Oliveira
Estilo musical: FADO
País, cidade: PORTUGAL, Lisboa
Editora: HM Música
Elementos:
Membro desde: 2008-04-16



Retrato - Já Disponivel


"A ideia para este disco surgiu de um desafio lançado no "Café do Museu" (do Fado), onde eu actuava regularmente com Ricardo Parreira, Miguel Monteiro e João Penedo, os músicos que me acompanham neste álbum. Com a preciosa ajuda de Ricardo Cruz, encontrou-se a sonoridade pura e natural do Fado, tal qual é. Resolvi convidar também um amigo, Diogo Clemente, para acompanhar os dois temas da minha autoria. A selecção para este disco inclui fados tradicionais, quase todos com a poesia de Helder Moutinho e de poetas populares, e fados-canção, que sempre cantei. O resultado é o resumo de uma etapa da minha vida, o encerrar do seu primeiro capítulo, para que outros se sigam com igual paixão. É, por isso, o meu retrato mais genuíno."

http://www.fnac.pt





Biografia







Marco Oliveira nasceu a 24 de Janeiro de 1988, em Lisboa.




Desde sempre se ouviu e cantou o fado na casa paterna e, com apenas 9 anos, Marco Oliveira acompanhou pela primeira vez os pais a uma casa de Fado, "O Dragão de Alfama", experiência que ateou definitivamente a sua paixão pelo Fado. Trauteando os fados que ouvia em casa sem cessar, cedo nasceu o desejo de cantar em público, concretizado desde logo, em 1997, num programa da Rádio Renascença, "Lugar aos Novos", gravado ao vivo no Teatro Maria Matos, que lhe angariou vários convites para cantar em colectividades. No ano seguinte, com 10 anos, ganhou o primeiro prémio de Juvenis na Grande Noite de Fado no Coliseu dos Recreios, e em 2004 repetiu a proeza, conquistando o primeiro prémio na categoria de Seniores na Grande Noite de Fado no Teatro São Luiz, confirmando as muitas vitórias em vários concursos de Fado.

Entretanto, Marco Oliveira sentira necessidade de aprofundar a sua ligação ao Fado, começando a estudar guitarra clássica aos 13 anos de idade, no Instituto Vitorino Matono, em Lisboa. Com 15 anos, entra no Conservatório Nacional, onde continua os estudos de guitarra clássica, de que extraiu e transpôs preciosos ensinamentos para o Fado. A nível vocal, embora pouco entusiasta das aulas de coro, destaca a importância das técnicas de respiração. A par da sua formação académica, não esquece contudo a relevância das casas de Fado na sua aprendizagem, pelo contacto diário com artistas experientes, salientando carinhosamente a disponibilidade de Fernando Maurício para apoiar e ensinar os mais novos. É de todo este cadinho de ensinamentos que desponta a sua pluralidade artística, como autor, compositor, cantador e músico de Fado.




Enraizado na cultura e na vivência do fado, o talento de Marco Oliveira sobressai desde logo, e surgem os convites para concertos no estrangeiro, de que recorda com emoção o primeiro, com apenas 15 anos, na Holanda, com a fadista Ana Moura.

Mas são vários os interesses musicais deste jovem de 20 anos, que, para além da música clássica de que aprendeu a gostar no Conservatório, também gosta de rock e música alternativa, por influência do irmão, e ainda de bossa nova e de jazz - cuja vertente de improviso tem muito em comum com o fado, no seu entender. A par da música, e talvez graças à sensibilidade que esta cedo aguçou nele, gosta de teatro, outra paixão que, embora nunca concretizada como actor, Marco Oliveira não deixa de considerar parte integrante da interpretação do fadista, que assume muitas vezes esse papel, como cantador/contador de histórias. Tal como ele o viu pela primeira vez em Alfama, perfeito na sua simplicidade e no elenco: uma melodia pura e natural, servida apenas por um cantador e dois músicos, e eis o Fado.




 





 





 


 


 

 
 
Entra com os teus dados para comentares! Ainda não estás registado no Palco Principal? Regista-te aqui!
Legadema
21.01.2011
0
 
Olá somos a banda brasileira Legadema e gostaríamos que você passasse no nosso Palco Principal e escutasse as músicas do nosso primeiro cd
intitulado "Caminhos Incertos" se gostares das músicas não esqueça de deixar seu voto e tornar-se fã.
Muitas novidades em 2011, uma delas é a gravaçao do 2º cd pré-intitulado "34 minutos".
Outra novidade é que nosso último post foi destaque, vale a pena conferir.
Quer saber o que é JABÁ e porque ele faz tanto mal para música, basta visitar o meu blog do Palco Principal e encontrar algumas respostas.
Espero que este texto lhe ajude a não cruzar os braços e deixar de lutar em fazer música com alma e sinceridade.
Acesse http://palcoprincipal.sapo.pt/legadema/blog/2010/12/13/o_que_e_o_jaba_por_que_faz_tao_mal_para_musica

Forte abraço,
Alex Nicácio (Vocal e guitarra)
Grande voz! Parabens e mto sucesso!
JS
JS
05.08.2010
0
 
Ola Convido-te a visitar o meu palco a ouvires as minhas musicas e a veres os meus vídeos.(OUVE TBM A MINHA NOVA MUSICA (ELECTRIC POWER IS OFF)
Comenta o perfil as musicas o que achas,a tua opinião e importante para mim mostra que tou a crescer como produtor.
Torna-te fã e importante sei que o meu trabalho ta a ser valorizado.Obrigado e aparece es sempre bem vindo.
Obrigado.
Quero tbm dizer que tens um bom trabalho continua a dar boa musica.
Vai dando novidades do teu trabalho gostei muito continua.
Já ouvi o Marco ao vivo.
Linda voz do nosso fado
Nosso orgulho
Um abraço,
Sandra
ARMANDO HESKETH
26.05.2010
0
 
Querido amigo MArcos, Uma ousadia linda e perfeita. Quisera nós músicos e compositores, pudessemos de vez em quando ousar no resgate das culturas
universais. O fado é algo maestrio, universal, divino e eterno. O Retrato é algo que marca na sua simplicidade, em uma voz perfeita, dicção
impecável, e sonoridade que faz quaisquer um de nós a voar pelo regresso e a vida da linda, bela e velha Portugal e suas origens. Parabéns e
sucesso sempre. Se puder avalie meu humilde trabalho amazônico, deste sonhador paraense.

Anterior12345...Próxima
 
 
 
Ajax_loader_blue_big

A carregar as músicas do artista
 


Ainda não existem grupos!

Vê aqui outros grupos!